12 07, 2015

Almanara República

Por |julho 12th, 2015|Árabe, Restaurantes, São Paulo|0 Comentários|

Esse é rápido, já que foi uma visita surpresa. Tem um Almanara, casa fundada na década de 1950 por uma família libanesa que conta hoje com mais de 10 lojas, muito próxima da praça da República, no centro de São Paulo. Possui um lindo salão, com decoração mantida de décadas atrás, e uma área com um balcão típico dos bares do passado.

No balcão é possível pedir os pratos árabes, doces e salgados. As esfihas de vegetais e a de carne  são ótimas. Vela a visita pelo lugar, visitar o centro e escolher um bar com características do passado próximo. Colabora o bom atendimento.

AMBIENTE

Esfiha fechada de verduras.

Esfiha fechada de verduras.

Onde: Rua Basílio da Gama, 70. República. São Paulo, SP.
Quanto: Entre R$4,90 e R$9,00 (salgados).
Quando: todos os dias, 11:30 – 23:30.
Opção Vegetariana: sim.
Sugestões: Escolha um dia para comer no balcão e outro para curtir o restaurante ao lado.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Sim.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: República.
Acessibilidade: Não.
Site: http://www.almanara.com.br
Telefone:  (11) 3257-7580
Data visita: Junho de 2015.
Facebook: https://www.facebook.com/Almanaraoficial
Observações: -.
Mapa: CLIQUE

AR02

Esfiha de carne

Esfiha de carne

16 05, 2014

Kebab Paris…. em Pinheiros, São Paulo

Por |maio 16th, 2014|Árabe, Comida de rua, São Paulo|0 Comentários|

02

O bairro de Pinheiros, na Zona Oeste da cidade de São Paulo possui incríveis restaurantes e ótimas lanchonetes, como já sabem bem os paulistanos. E atualmente quanto mais diferente melhor, lanchonetes com menus diferenciados, espaços que causam novas experiências aos comensais e arquiteturas únicas.

Já o Kebab Paris é simples, uma portinha na rua dos Pinheiros, com uma pequena cozinhas, mesas na rua (4) e um pequeno salão no piso superior, mas não decepciona. Aliás, trouxe uma ótima surpresa, o kebab é muito bom!!! E vale a visita para os curiosos que não imaginam o que seja um kebab, ou para os já experientes provarem um ótimo!

O kebab é uma iguaria libanesa, mas adaptado ao gosto brasileiro virou uma espécie de sanduiche, geralmente leva carnes, com especial atenção à de cordeiro, todas oferecidas na lanchonete.

Optamos entretanto por uma das variáveis vegetarianas, o kebab de falafel (bolinho frito de grão-de-bico com alho, salsa, coentro, cominho e etc.). Ele vem no flat bread com coalhada seca, alface, tomate, pepino, repolho,  cebola roxa, berinjela, molho de hortelã e Tahine (pasta de gergelim).

O sanduiche vem com fritas. Também ótimas! (ok, batata frita é difícil não ser boa…)

Há cerveja, e suco de uva. Já o atendimento não é dos melhores, mas ok, é quase um bar… mesmo assim vale a visita pelo seguinte motivo:

COMIDA

kebab de falafel

kebab de falafel

Onde: Rua dos Pinheiros, 169. São Paulo – SP.
Quanto: entre R$ 18 e R$ 25 (kebabs).
Quando: segunda a quinta: 12h às 24h. sexta: 12h às 2h. sábado: 13h às 2h. domingo: 18h às 24h.De segunda a sábado, das 12 às 22h.
Opção Vegetariana: sim.
Sugestões: abuse do molho de pimenta!
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Sim.
Perto do metrô: Não.
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone: 11.4564-4336
Data visita: Maio de 2014.
Observações: –

mais falafel.... e batata

mais falafel…. e batata

 

 

28 12, 2013

Em Santana

Por |dezembro 28th, 2013|Árabe, Restaurantes, São Paulo|1 Comentário|

IMG_0573

Adoramos restaurantes escondidos, aqueles localizados dentro dos bairros, inacessíveis para os moradores de outras localidades da cidade. E São Paulo possibilita sempre essas surpresas. Este é um restaurante libanês, sugestão dos amigos Erica e Cassiano Storai, antigos moradores da Zona Norte da cidade, e que já indicaram outras opções de boa comida nas cercanias de Santana.

A Casa Garabed fica numa tranquila rua próxima à Alfredo Pujol, essa sim bem conhecida na região. É uma casa simples dos anos 1940, década também do forno que assa as iguarias ali servidas. Apesar do tempo, é um ambiente acolhedor, organizado nas devidas possibilidades que o imóvel impõe e muito limpo, garantindo segurança e qualidade nos alimentos ofertados.

Vamos às esfihas. Medem cerca de 15 centímetros de diâmetro e possuem, entre outros, os seguintes sabores: as tradicionais carne e queijo, bastrmá, frango com catupiri, tomate seco e queijo, zahtar, queijo com verduras, verduras com anchovas. Destas provamos: de queijo, carne, bastrmá e frango com catupiri.

Não há muito o que comentar, pois são simplesmente ótimas. A de queijo vem com o mesmo derretendo, com alho, cebola e outras especiarias. Vale considerar a utilização de queijo e manteiga da marca Aviação no preparo dos salgados, faz a diferença.

A de carne com bastrmá, uma carne desidratada armênia, possui um tempero curioso que causa surpresa pela novidade, diferente de outras esfihas provadas em outros estabelecimentos. A mesma sensação recai sobre a esfiha de frango.

Para beber, Airan, uma bebida turca feita com iogurte, tradicionalmente salgada, mas para se adaptar ao gosto brasileiro adoçada com mel. Sem surpresas para quem gosta de iogurte com mel. Vela a pedida.

Conta também com os tradicionais doces sírios, com tâmaras, nozes, pistache, sêmola e halawi.

Enfim, Santana reserva boas surpresas, e será um dos bairros explorados com mais detalhes em breve.

Vale a visita e o retorno para provar dessa vez os pratos da casa. O diferencial:

COMIDA

Esfihas de queijo, carne e bastrmá.

Esfihas de queijo, carne e bastrmá.

Agora só a de queijo... derretendo...

Agora só a de queijo… derretendo…

Onde: Rua José Margarido, 216 – Santana – São Paulo – SP.
Quanto: Esfihas de queijo: R$ 6,50. Carne e bastrmá: R$ 9,85. Airan: R$ 7,10. Doces entre R$ 5,10 e R$ 7,20
Quando: terça a domingo, 12:00 h às 21:00 h.
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: Provar indiscutivelmente a esfiha de queijo fechada.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Sim.
Faz entrega: Sim.
Perto do metrô: não.
Acessibilidade: não.
Site: www.casagarabed.com.br
Telefone: 11.2267.1810
Data visita: Dezembro de 2013.
Observações: não provamos, mas faz 6 meses que produzem sorvetes caseiros que parecem ótimos.

Doces e o Airam

Doces e o Airam (foto: Cassiano Storai)

7 09, 2013

Árabe em Osasco

Por |setembro 7th, 2013|Árabe, Lanchonete, Osasco|0 Comentários|

A cidade de Osasco faz praticamente parte da grande São Paulo, o acesso é fácil e as pessoas transitam pelas duas diariamente. Dizem que o nome veio de uma cidade italiana da região do piemonte, Osasch. Foi colonizada por portugueses, depois chegaram alemães e irlandeses; japoneses se dedicavam às plantações na região, espanhóis e franceses também ajudaram a aumentar a população operária, o que promoveu o comércio na região, principalmente com os moradores libaneses, judeus e armênios.

Ufa… enfim chegamos nos armênios, e com eles a surpresa da Semana, a Esfihas Dozza! Esse simples, mas muito agradável e cordial restaurante, está desde 1956 em Presidente Altino, bairro de Osasco.

Este blog visitou nos últimos meses muitas casas de comida árabe, e parece que a sorte anda junta, porque esse é mais um daqueles que não só surpreendeu com o ótimo sabor da comida oferecida, mas também pela dose de simpatia dos proprietários.

E segundo consta, o nome veio mesmo de uma simplificação de “uma dose”,  isso nos inícios do bar que atendia a comunidade armênia da região, virou “doza”.

Foi uma visita rápida, apenas para conhecer a casa, mas nos conquistou e voltaremos para provar outros pratos.

Desta vez apenas esfihas e doces, mas num próximo post comentaremos sobre pratos também oferecidos na casa, como o babaganush, coalhada seca, tabule, charuto de folhas de uva, kafta e michui.

As esfihas abertas possuem cerca de 15 centímetros de diâmetro, o tempero da carne é diferente de qualquer outro provado, consideramos assim uma esfiha “inédita” pelo sabor. É obrigatoriamente o pedido inicial numa visita à Dozza.

A esfiha de queijo é ótima também. Assim como a fechada de espinafre, com cebola e tahine. Para quem não sabe, Tahine é uma pasta de semente de gergelim que depois de provada não vai mais faltar na sua cozinha. Inclusive já tentamos fazê-la aqui e na próxima fase do blog vamos preparar e filmar para os leitores também tentarem!

Enfim, vale a visita, e retornaremos em breve. Breve mesmo.

Esfihas de carne e queijo

Esfihas de carne e queijo 

Onde: R. Armênia, 468. Osasco, SP.
Quanto: Esfiha de carne aberta: R$ 3,50. Esfiha de queijo aberta: R$ 3,70. Esfiha de espinafre: R$ 5,30.
Quando: Segunda a sábado: 12h às 22h.
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: –
Como pagar: dinheiro e cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Sim.
Perto do metrô: Não.
Acessibilidade: Não.
Site: http://www.esfihasdozza.com.br/
Telefone: (11) 3681.9779
Data visita: Agosto de 2013.
Observação: –

Esfiha fechada de espinafre

Esfiha fechada de espinafre

doces árabes.

doces árabes.

 

16 08, 2013

Árabe… na Imigrantes

Por |agosto 16th, 2013|Árabe, São Paulo|0 Comentários|

Sabe a fome no retorno da praia? É ali na Esfiha Imigrantes que ela cessa.

O primeiro fator de decisão para visitar a casa é a existência de estacionamento próprio, e grátis! Um diferencial que na cidade de São Paulo faz toda a diferença. Evita-se ficar rodando pelas ruas para encontrar uma vaga, ou pagar valores excessivos como R$ 20,00 por uma hora em estacionamentos dos bairros boêmios da cidade.

As esfihas com queijo são gratinadas, o que garante o sabor diferenciado. Homus e coalhada seca apenas justas, vale entretanto o pedido, que pode ser em meia porção. Fuja das esfihas não tradicionais, como a de atum.

Para sobremesa, halawi e semolina, também justos, no sabor e no preço.

Vale a visita pela boa comida e pelo preço honesto!

Esfiha Imigrantes

Esfiha Imigrantes

Onde: Av. Dr. Ricardo Jafet, 3332. São Paulo, SP.
Quanto: Esfiha de queijo com catupiri: R$ 5,10. Carne: R$ 2,60. Queijo: R$ 2,85. Coalhada seca: R$ 18,40. Homus: R$ 16,60. Pão sírio: R$ 0,80 a unidade. Doces: R$ 3,65.
Quando: todos os dias das 10:00 às 0:00 hora.
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: –
Como pagar: dinheiro e cartão.
Estacionamento: Sim!!!!.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: não.
Acessibilidade: Sim.
Site: –
Telefone: (11) 5071.2988
Data visita: Agosto de 2013.
Observação: –

Homus e coalhada seca

Homus e coalhada seca

Semolina e halawi

Semolina e halawi

 

9 08, 2013

Árabe em Perdizes

Por |agosto 9th, 2013|Árabe, Restaurantes, São Paulo, Uncategorized|1 Comentário|

Ok, parece que não, mas realmente é coincidência que este seja o quarto post de um restaurante árabe. Ok também que até agora não nos decepcionamos com nenhum, assim a possibilidade de um quinto post similar aumenta a cada dia. (inclusive esperamos por isso!!!)
Gosto do bairro de Perdizes, na zona Oeste de São Paulo, cujo nome é decorrente das chácaras que ali criavam essa espécie de ave. O bairro é tranquilo, e os frequentadores sempre muito amistosos. E assim também é a Casa Cury.
Ela possui uma fachada que lembra as antigas mercearias, com porta de correr e pé-direito alto, o que também promove um ambiente simples, com poucas mesas e portanto muito acolhedor.
A atendente e a gerente Alessandra são muito simpáticas, mas com apenas 2 (dois) meses com a casa aberta, algumas vezes o atendimento atrasa, fator minimizado pela preocupação constante dessas; e totalmente esquecido quando os pratos começam a chegar. Daí só resta saborear.
O chefe Celso Cury comanda a cozinha, além de eventualmente percorrer o salão e também demonstrar simpatia no atendimento. Já falei muitas vezes aqui sobre a importância da relação Restaurante X Cliente, e neste ponto tudo foi perfeito na Casa Cury.
Entrada: os tradicionais, coalhada, homus e babaganuche, com o sempre bom pão pita. Ótimos.
Pratos: falafel, charutos de carne com folha de uva e o Iskender kebab, um prato com carne assada e fatiada, coberta com um ótimo molho de tomate, tudo sobre o pão pita, acompanha salada e coalhada seca. Todos ótimos, adaptados para o paladar brasileiro, ou seja, sem excesso de temperos. Valem também o chá de hibisco e o chopp Bamberg.
E por último, um importante fator, o preço. A Casa Cury possui preços justos, o que deve ser valorizado com a constante visita de todos admiradores da comida árabe.

Coalhada, babaganush e homus.

Coalhada, babaganush e homus.

Onde: Rua Apinajés, 597. São Paulo, SP.
Quanto: Pratos em média R$ 18,00 a 50,00
Quando: 4ª a sábado: 17-23h; domingo: 13-18h
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: Optar por um dos pratos descritos na lousa.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: Sumaré. (mas não muito).
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone: (11) 2589.1218
Data visita: Agosto de 2013.
Observação: Peça a sugestão do chefe.

Iskender kebab

Iskender kebab

16 07, 2013

outro árabe.. e cada vez melhor!

Por |julho 16th, 2013|Árabe, Interior SP, Regional|0 Comentários|

Seguindo a sugestão do colega Adriano, fui visitar a cidade de Santana de Parnaíba, próxima a São Paulo, cerca de 35 km, em busca do restaurante árabe Abujamra.

Santana de Parnaíba é uma cidade pitoresca, apresenta casarões coloniais, ruas de paralelepípedo, uma igreja central e uma praça com coreto, ao redor da qual ficam alguns restaurantes com mesas na calçada ou nas ruas. Ela inicia o “roteiro dos bandeirantes”, que passa por várias cidades próximas que exploram o turismo rural da região. É válida a visita da cidade, para andar pelas ruas antigas e fotografar o ambiente tranquilo e familiar.

Mas o restaurante é o mais importante. E já afirmo que a visita é obrigatória! O ambiente é acolhedor, tranquilo e possui um atendimento cordial e amistoso! A simpática Maira sugeriu ótimos pratos, vale conversar um pouco e conhecer os outros pratos também.

Tem vista para as montanhas, com muito verde e uma paisagem bucólica.

Sobre a cozinha, o primeiro ponto positivo é a existência de opções vegetarianas bem definidas no início do cardápio, aos que procuram boa comida nesse gênero experimentar o restaurante é essencial.

Optamos pela entrada tradicional com babaganush, hommos, coalhada seca e pão árabe, tudo bem preparado, mas sem novidades. Bem preparado e uma surpresa foi o prato escolhido, o kibe Labanyé, muito macio, mas macio mesmo, recheado com snoubar (ou pinoli, uma semente) e cozido na coalhada quente temperada. Ótima sugestão da anfitriã!

Assim como as esfihas de Zatar (a melhor que já provei neste quesito) e outra com coalhada seca. Acompanhado da ótima limonada árabe, com hortelã. Tem também suco de romã (muito doce).

Para a sobremesa, frozen de coalhada com hortelã (ótima!!!), e sorvete de creme com damasco e pistache.

Frozen de coalhada com hortelã

 

Onde: Rua Bartolomeu Bueno da Silva, 10. Santana de Parnaíba, SP.
Quanto: Preços médios: entradas: R$ 20,00; Pratos para duas pessoas:: R$ 50,00; Sucos: R$ 6,00
Quando: Quarta a sábado: 12::00 – 15:30 e 19:00 0 23:00; domingo: 12:00 – 16:00h
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: Obrigatoriamente sentar numa mesa ao lado da janela!.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: Não.
Acessibilidade: Não.
Site: http://www.abujamra.com.br/
Telefone: (11) 4154.4822
Data visita: Julho de 2013.
Observação: restaurante com ótimo custo X benefício.

Entrada, kibe e sorvete