3 07, 2012

Roteiro Coxinha: Braugarten

Por |julho 3rd, 2012|Bar, Coxinha, São Paulo|0 Comentários|

Ainda não entendo porque as coxinhas são unânimes entre os frequentadores de bares. Também não entendo porque caem tão bem com cerveja escura. Mas tudo bem, não precisamos entender. Basta provar e aproveitar o salgado. Para isso resolvemos fazer um curto roteiro das que consideramos as melhores coxinhas da cidade.

Iniciamos pelo Braugarten, rede de restaurantes de comida alemã de São Paulo, iniciada em 1995. Possui hoje 08 lojas. Dentre os seus pratos, possui a “coxinha da Jig’s – eleita a melhor de SP” conforme anunciada no cardápio.

Anúncio que não engana o cliente, é realmente muito boa, uma das melhores. Inicia-se pela apresentação cuidadosa. Vem em prato separado, montada em conjunto com uma massa frita e molho de tomate leve. A coxinha (que o corretor teima em alterar parta coZinha) é frita na hora, seca, crocante e com massa e recheio macios. Equilibrada, vale acrescentar a pimenta malagueta com rótula da casa.

Acompanhe com o chopp artesanal escuro.

Vale assim a visita e retorno para provar os demais pratos: onion rings, bolinhos de carne seca entre outros.

Coxinha da JIG’s na Braugarten

 

Onde: 8 endereços: http://www.brau.com.br/restaurante/index.shtml. São Paulo, SP.
Quanto: Coxinha JIG’s: R$ 6,75
Quando: -.
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: –
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Sim.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: -.
Acessibilidade: Sim.
Site: http://www.brau.com.br/index.shtml
Telefone: –
Data visita: Julho de 2012.
Observação: –

chopp escuro

 

3 06, 2011

é 1 real!

Por |junho 3rd, 2011|Coxinha, Pastel, São Paulo|0 Comentários|

Salgado a partir de R$ 1,00 e feito na hora!! Contrariando a maioria das estufas presentes sob muitos balcões de padarias, assim como ovos amarelos flutuando em vidros, salsichas empanadas com origem indefinida ou o já famoso, por vários motivos, churrasco grego, a Salgaderia é uma excelente opção de ótimos salgados para os habitantes das madrugadas, já que funciona praticamente 24 horas por dia.

Antigamente era uma fábrica de salgados que abria suas portas no sótão de um sobrado no Itaim Bibi para os esfomeados de plantão, agora o estabelecimento cresceu e abriu um salão onde as frituras e assados podem ser degustados com maior conforto, acompanhados de coca-cola em garrafa de vidro! Um diferencial também para os nostálgicos.

pastel e croissant

pastel e croissant quentes!

 

Onde: R. João Cachoeira, 856. Itaim Bibi. São Paulo, SP.
Quanto: a partir de R$ 1,00.
Quando: todos os dias, 24 horas (ou quase).
Opção Vegetariana: SIM.
Sugestões: preste atenção no movimento da cozinha trazendo salgados da fabriquinha.
Como pagar: dinheiro, tickets e cartões (crédito e débito).
Estacionamento: Não
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: Não.
Acessibilidade: Não.
Site: www.salgaderia.com.br
Telefone: 3078-4889
Data visita: Maio de 2011.
Observação:

esfiha e coxinha

 

 

20 05, 2011

nem só de pão…

Por |maio 20th, 2011|Coxinha, Padarias, São Paulo|0 Comentários|

A famosa frase é comprovada na também famosa e primeira padaria de São Paulo: a Benjamin Abrahão também tem coxinha!!! De frango e frango com catupiry, um dos salgados mais apreciados pelos paulistanos!´

Salgado esse que contam as lendas pode ter várias origens: uma diz que foi criada em 1810 no sul do amazonas, onde índios colocaram carne de galinha em pasta de macacheira e fritaram em óleo. Outros dizem que a origem é africana, onde a massa de farinha era recheada com partes de animais e cozida. Mais uma diz que surgiu aqui em São Paulo mesmo, na cidade de Limeira, onde o filho da princesa Isabel fazia birra e não comia, se entregando apenas às coxas de galinha, entretanto certo dia, na falta dessa, uma cozinheira aproveitou uma galinha e a transformou em uma coxa, com massa frita. A última, e acredito mais verossímel, é que vem de um pastel frito italiano, o Arancino.

Mas voltando a coxinha de Higienópolis (lá onde fica a padaria), é uma das melhores de São Paulo (aguardem próximos posts). Para ser apreciada sozinha ou com pimenta (para os apreciadores). Acompanha bem qualquer refrigerante!

Para não perder a viagem, recuse os famosos pães e prove qualquer outro salgado, escondidos no fundo da padaria: croissants, bolinhos de carne, empanadas, baurus e a não mais exclusiva Chipa!

Vale a visita!

Coxinha com guarana

Onde: R. Maranhão, 220. Higienópolis. São Paulo, SP.
Quanto: coxinha: R$ 3,50. (preço médio dos salgados).
Quando: todos os dias, até as 21:00h.
Opção Vegetariana: NÃO.
Sugestões: doce no final! Qualquer um disponível na padaria.
Como pagar: dinheiro, tickets e cartões (crédito e débito).
Estacionamento: Sim. (pago)
Faz entrega: Sim.
Perto do metrô: Santa Cecília.
Acessibilidade: Sim
Site: www.benjaminabrahao.com.br
Telefone:
Data visita: Maio de 2011.
Observação:

chipa com café