12 09, 2015

Padaria… só que não…

Por |setembro 12th, 2015|Padarias, Restaurantes, São Paulo|1 Comentário|

sta02

Um post rápido, não previsto. Inicialmente a ideia era comer alguma coisa com excesso de carboidratos em uma padaria do centro, já que estávamos na Praça Doutor João Mendes, atrás da Catedral da Sé, perto do Sebo do Messias, da paróquia São Gonçalo e do tribunal de Justiça de São Paulo, todos lugares típicos dessa nossa grande cidade.

E a padaria está ali desde 1872, considerada a mais antiga padaria da cidade… como muitas outras construções. Centro velho e magnífico.

Entramos na padaria e os lanches e salgados já nos conquistaram. Mas uma escondida placa, no canto da padaria, mencionava um “restaurante” no pavimento superior, e a curiosidade foi mais forte. felizmente o resultado foi uma agradável surpresa.

Um restaurante com cara de passado, do bom passado de São Paulo. Frequentado pelos que ali trabalham, ou que apenas passam pela Praça. Talvez advogados, juízes e julgados. E pessoas curiosas… ou ávidas por novas experiências gastronômicas.

Ali o serviço é das antigas, garçons que sabem o que fazem, conhecem os pratos servidos. E sugerem opções do cardápio. Conversam o necessário e dosam a simpatia com o profissionalismo.

A opção do almoço foi pelo escalope ao molho madeira, com arroz e purê de batata. O prato para uma pessoa serviria bem duas… É bem servido, e preço razoável, ainda mais com a Catedral da Sé ornando a paisagem vista pela janela.

Comida boa, sem surpresas, vale a visita pelo ambiente.

AMBIENTE

ambiente tradicional e confortável.

ambiente tradicional e confortável.

Onde: Praça Doutor Joçao mendes, 150 – Centro, São Paulo, SP.
Quanto: pratos entre R$ 30,00 e R$60,00 para uma pessoa.
Quando: segunda a sábado 6-22h. Domingos e feriados: 7-22h.
Opção Vegetariana: sim.
Sugestões: provar a coxinha e sentar próximo à janela.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Sim.
Perto do metrô: Sé.
Acessibilidade: Não.
Site: http://www.padariasantatereza.com.br/
Telefone:  (11) 3101-9631
Data visita: Setembro de 2015.
Facebook: https://www.facebook.com/PadariaSantaTerezaOficial
Observações: -.
Mapa: CLIQUE

escalope ao molho madeira, arroz e pur~e.

escalope ao molho madeira, arroz e purê.

sta03

8 08, 2015

Feijoada no centro de São Paulo

Por |agosto 8th, 2015|Bar, feijoada, Restaurantes, São Paulo|0 Comentários|

São Paulo, início da tarde, hora propícia para começar o almoço de sábado. O bar/restaurante fica voltado para a praça Don José Gaspar, uma ilha no centro velho, coberta pelas copas das árvores, tranquila e também protegida pela Biblioteca Mário de Andrade. E o ambiente faz jus à literatura desse paulistano, autor do livro Pauliceia Desvairada, de 1922, ano da Semana de Arte Moderna da qual também foi protagonista. Só a presença da biblioteca com características art déco, e um dos maiores acervos do país, fundada em 1925, obra do arquiteto francês Jacques Pilon, já traz o diferencial para a visita.

Quase um retorno aos anos idos, 1950, 1960, vê-se porque São Paulo era tão cantada, e, embora hoje degradada, passar algumas horas nesses escondidos locais, nos faz rever a importância de valorizarmos estabelecimentos como esse que prezam a riqueza da cultura gastronômica paulistana.

O restaurante é o tradicional Cachaçaria do Rancho, ótimo atendimento, localização privilegiada, e claro, ótima comida. E como sábado é dia de feijoada, foi esse o prato pedido.

Já provamos muitas feijoadas, muitas delas em restaurantes em bairros nobres, com todo excesso de cuidados e decorações para tornar a feijoada “de gastronomia”… não… feijoada é para comer no bar, em mesa com vista para praça, ou mesmo na praça, sob a sombra das árvores. Acompanhada com cerveja, caipirinha e roda de samba. E isso tudo tem ali na Cachaçaria do Rancho. Lugar animado, atendimento gentil, comida boa e preço justo. Não tem muito o que comentar.

Além da feijoada há um amplo cardápio, mas se for  num sábado, peça o prato típico.

A feijoada é muito boa, mas a visita vale mesmo pelo lugar.

AMBIENTE

feijoada "light"

feijoada “light”

Onde: Praça Don José Gaspar, 86/90  – Centro, São Paulo, SP.
Quanto: feijoada para 3 pessoas: R$ 90,00. Feijoada carioca (para 1 pessoa): R$ 30,00. Feijoada light (serve 2 pessoas): R$ 45,00.
Quando: segunda a sábado. 12:00- 0:00h.
Opção Vegetariana: não. Talvez batata frita
Sugestões: ligue e reserve sua mesa, ou chegue cedo para evitar longas esperas.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: Anhangabaú.
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone:  (11) 3259-7959
Data visita: Agosto de 2015.
Facebook: https://www.facebook.com/pages/Cacha%C3%A7aria-do-Rancho/277367529098578-
Observações: -.
Mapa: CLIQUE

feijoada light.....

feijoada light…..

 

12 07, 2015

Bom e Barato

Por |julho 12th, 2015|Comida caseira, Comida de rua, Comida di Buteco, PF, São Paulo|0 Comentários|

IT01

Caminhar e almoçar no centro de São Paulo, duas atividades irmãs. Escolher um restaurante no centro dessa populosa cidade é também conhecer um pouco de suas construções, praças e histórias. O restaurante ITA está na rua do Boticário desde 1953, conforme indica a placa afixada em sua fachada.

Essa rua une a Avenida Ipiranga ao Largo do Paiçandu, e só é conhecida pela presença desse bar/restaurante, conforme comentaremos abaixo. Mas antes é interessante lembrar do largo ali ao lado, cujo nome, Paiçandu (a grafia refere-se à origem indígena, ou Paissandu na grafia arcaica) vem de um fato histórico, a tomada da localidade do Paysandu no Uruguai em 1865. Mas vale atenção especial à uma igreja ali existente, a Igreja de Nossa Senhora do rosário dos homens Pretos, existente desde o século XVII (em outra área de São Paulo), mas edificada ali no início do século XX.

Voltando ao ITA, é um restaurante de balcão, com aproximadamente 40 lugares apertados. O ambiente preserva a simplicidade das décadas passadas, com alguns azulejos, balcão em mármore e fachada simples com toldos verdes. Os atendentes aparentam estar ali há décadas, com muito bom humor e respostas prontas para cada pergunta feita pelos clientes, repetidas provavelmente a cada dia, o que permite tiradas engraçadas que deixam de bom humor todos que ali sentam para almoçar.

Os pratos servidos são os típicos, bife com ovo, arroz, feijão, fritas, carne assada, bisteca, bife a milanesa, etc, etc, etc… o que numa primeira visita causa dúvidas sobre o que provar.

O eleito foi o prato “santista” com bife a milanesa, arroz e feijão. E um mini pão francês para acompanhar, uma cortesia sempre bem vinda. Bem feito, na temperatura correta, bom tempero, um bom “PF” (“prato feito” para quem nunca comeu num bar) ou “comercial”. Só, e é muito bom. Não espere nada diferente, é a comida caseira típica, confortável e bem feita.

Há também doces. Como o pudim (ótimo!), creme de abacate, manjar de coco e abóbora.

Preços justos e contas calculadas de cabeça num pequeno papel. Vale a experiência! E vale a comida!!

AMBIENTE

Milanesa e fritas

Milanesa e fritas

Onde: R. do Boticário, 31. – Centro, São Paulo, SP.
Quanto: pratos entre R$ 12,00 e R$ 20,00 (PF).
Quando: segunda a sábado. 11:00- 20:00h.
Opção Vegetariana: não.
Sugestões: parece que tem um bacalhau muito bom, com vinho, que provaremos em breve.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: São Bento e República.
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone:  (11) 3223-3845
Data visita: Julho de 2015.
Facebook: –
Observações: -.
Mapa: CLIQUE

arroz e feijão...

arroz e feijão…

pudim de leite

pudim de leite

creme de abacate com limão

creme de abacate com limão

Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos (foto: Eric Zompero)

Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos (foto: Eric Zompero)

Para saber mais:
Largo do Paiçandu e Igreja

12 07, 2015

HotDog

Por |julho 12th, 2015|Café da manhã, Hot Dog, São Paulo|0 Comentários|

HP01

A onda de “gourmetização” se alastra em todos os cantos… E o mais legal é: comida NÃO gourmetizada é MUITO melhor!!!! E o cachorro quente do Pedrinho HotDog é a prova disso!

Fica na rua São Bento, há mais de 15 anos. Para quem não conhece, a rua tem esse nome devido o Mosteiro de São Bento que fica a poucos metros da lanchonete. O local, para os menos atentos, pode passar despercebido, é uma pequena porta que dá acesso a um estreito corredor e lá no fundo é onde você faz o pedido do tal do cachorro quente. E ali o bom atendimento e simpatia já pontuam na visita!

O local é simples, com um longo balcão de parede, com bancos fixos (único inconveniente). Possui também café da manhã! E suco natural, nem  sempre encontrado em outros estabelecimentos.

O pedido foi o HotDog Especial, com, vamos a lista, salsicha, vinagrete, molho rosê, purê, batata palha, alface, milho, catupiry, maionese, mostarda e ketchup num pão francês (ou cacetinho, pão de trigo, média, pão de sal, carioquinha, bengalinha dependendo de onde o leitor é) muito, mas muito mesmo, crocante!!!! Sério, muito crocante. O pão de 20 centímetros (muito crocante de novo) vem muito bem montado, e incrivelmente fácil de comer.

Servem também: sanduíches de carne, calabresa e pernil. (para uma próxima visita)

Não tem muito o que falar, é ótimo e pronto… e o pão muito crocante!!! A escolha é óbvia:

COMIDA

Hot Dog completo...

Hot Dog completo…

opção de calabresa

opção de calabresa

Onde: R. São Bento, 487 – Centro, São Paulo, SP.
Quanto: HotDog Especal: R$ 9,00.
Quando: segunda a sexta. 8:00- 18:00h.
Opção Vegetariana: não.
Sugestões: –
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Sim.
Perto do metrô: São Bento.
Acessibilidade: Não.
Site: http://www.pedrinhohotdog.com.br/
Telefone:  (11) 3107-2089
Data visita: Julho de 2015.
Facebook: https://www.facebook.com/pages/Pedrinho-Hot-Dog/
Observações: -.
Mapa: CLIQUE

corredor, estreito, mas confortável para um lanche rápido

corredor, estreito, mas confortável para um lanche rápido

Para saber mais sobre o Mosteiro de São Bento e Rua São Bento:

Largo São bento
Largo São bento 2
Mosteiro São Bento

 

12 07, 2015

Almanara República

Por |julho 12th, 2015|Árabe, Restaurantes, São Paulo|0 Comentários|

Esse é rápido, já que foi uma visita surpresa. Tem um Almanara, casa fundada na década de 1950 por uma família libanesa que conta hoje com mais de 10 lojas, muito próxima da praça da República, no centro de São Paulo. Possui um lindo salão, com decoração mantida de décadas atrás, e uma área com um balcão típico dos bares do passado.

No balcão é possível pedir os pratos árabes, doces e salgados. As esfihas de vegetais e a de carne  são ótimas. Vela a visita pelo lugar, visitar o centro e escolher um bar com características do passado próximo. Colabora o bom atendimento.

AMBIENTE

Esfiha fechada de verduras.

Esfiha fechada de verduras.

Onde: Rua Basílio da Gama, 70. República. São Paulo, SP.
Quanto: Entre R$4,90 e R$9,00 (salgados).
Quando: todos os dias, 11:30 – 23:30.
Opção Vegetariana: sim.
Sugestões: Escolha um dia para comer no balcão e outro para curtir o restaurante ao lado.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Sim.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: República.
Acessibilidade: Não.
Site: http://www.almanara.com.br
Telefone:  (11) 3257-7580
Data visita: Junho de 2015.
Facebook: https://www.facebook.com/Almanaraoficial
Observações: -.
Mapa: CLIQUE

AR02

Esfiha de carne

Esfiha de carne

31 07, 2014

Agora do Peru

Por |julho 31st, 2014|Peixe, Regional, São Paulo|0 Comentários|

rp3

Geralmente visitamos os restaurantes e, no momento de escrever sobre o mesmo, olhamos outros comentários na internet para evitar repetições. E o que vimos, na grande maioria dos posts sobre esse restaurante foi coisas do tipo “localização pouco amigável”, “no meio da cracolância”, “o entorno não é nada animador” e coisas do tipo.

Balelas!!! O centro de São Paulo é lindo! Só precisa saber enxergar, e saber bem ocupá-lo! E o Rinconcito Peruano, além de oferecer uma ótima comida, ainda faz isso, leva pessoas para esta área hoje pouco lembrada.

É preciso ocupar o centro e a presença de bons restaurantes ali é uma possibilidade de reestruturação desta fantástica área! Há prédios das décadas de 1920 e 1930, bem próximos da praça da república, que data do século XIX. Aliás, o Rinconcito fica entre duas das mais famosas avenidas de São Paulo, a Av. São João e a Av. Rio Branco, agora ficou fácil chegar lá…. pelo menos para os paulistanos.

Esqueça entretanto a proclamada gastronomia peruana que atualmente infesta livros, comentários em sites “especializados”, e todo o circo da “alta gastronomia”, o Rinconcito é original, não possui releituras de pratos ou coisas do tipo. É comida para quem gosta de comer, muito tempero, pimenta, e pratos gigantes. Comida do dia-a-dia, mas bem preparada, lembra muito a origem da comida brasileira, já que também é um sincretismo de origens, tendo respaldo das imigrações espanhola, africanas, chinesa, japonesa e italiana! Talvez resida aí essa empatia que temos por esses pratos.

Mas enfim… Provamos: Arroz Chaufa Mixto. Leva arroz, carne, frango, camarão, cebola, molho de soja, temperos e ovos. Ótimo para que está com muita fome, ou mais sensato servir duas pessoas. Peça e abuse da pimenta com mostarda. Ah, já vale a dica aqui, quem não gosta de pimenta, ou procura por um lugar “enfeitadinho”, ou que fica irritado com a demora do prato, fique longe! O Rinconcito é para quem gosta de comida verdadeira, com bom preço, bem temperada e apimentada!

Bebida: obrigatório a chicha morada. Mas obrigatório mesmo! É feita com um milho roxo chamado “morado”, servido bem gelado. Refrescante e com sabor curioso, mas bom!

Atenção! Não há placas indicando o local. Entra-se por uma estreita escada a partir da rua. Então anote o endereço aí abaixo…

Vale muito a visita, e nesse caso retorno. A escolha vai pela…

COMIDA

Onde: R. Aurora, 451. São Paulo, SP.
Quanto: Chicha morada: R$ 9,90 (a jarra). Arroz chaufa mixto: R$ 20,90. Com camarão: R$ 23,90. Alfajorres: R$ 8,00
Quando: Terça a sábado 12:00 – 23:00h. Domingo: 12:00 – 21:00h
Opção Vegetariana: Não.
Sugestões: a principal e mais importante, prove os ceviches!! Os melhores de São Paulo.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: República.
Acessibilidade: Não.
Site: https://www.facebook.com/rinconcitoperuanooficial
Telefone:  11-3361-2400
Data visita: Julho de 2014.
Observações: vá com tempo, pois preparo do prato demora um pouco.

Chicha morada

Chicha morada

Arroz chaufa mixto com camarão

Arroz chaufa mixto com camarão

 

 

24 07, 2014

Fumbua, malang, ndjap, ndole, mbongo…

Por |julho 24th, 2014|Africano, Regional, São Paulo, Típicas|0 Comentários|

bz1

Curioso? O título do post refere-se a alguns pratos de origem africana, que podem ser encontrados no centro da cidade de São Paulo, especificamente ali no comecinho da rua Barão de Limeira.

Bom, o centro da cidade de São Paulo sempre traz surpresas. Você pode frequentar o local por décadas, mas sempre encontrará algo novo e surpreendente na região. Resolvemos então passar pelo centro e caçar algum lugar interessante para almoçar, e a sugestão foi visitar o Biyou’Z (biúz) um Restaurante Afro, ali a aproximadamente seis anos.

Entenda restaurante Afro aquele que oferece pratos de diversas regiões do continente. É como a comida brasileira no exterior, ela é brasileira independente da região onde é mais consumida. Mesmo porque ali nos arredores existem outros restaurantes, estes sim tipicamente nigerianos ou senegaleses. A comida desses países ficam para a próxima semana.

O local é simples, com portas de enrolar que se abrem para rua, tem aproximadamente 24 lugares, alguns quadros, um mapa da África, e recortes de revistas e jornais onde o restaurante é citado. Mas, como sempre comentamos nos posts,  um dos mais importantes fatores para que um restaurante seja aqui publicado, é o atendimento. E neste pacato restaurante africano no coração de São Paulo a simpatia do proprietário é o que faz a diferença… claro que a comida também é ótima, mas sobre essa seguem os parágrafos a seguir. Há interesse em explicar os pratos, em atender o cliente como um colega e ainda concluindo no final com um “volte sempre” amistoso.

Mas temos os pratos então: o Mayemba é um “PF” de refogado de repolho, tomate e galinha. Acompanha ainda banana da terra frita. Talvez um pouco salgado para alguns, mas não poderia ser diferente. A banana é frita, mas é seca, e compõe muito bem com os outros ingredientes. Essencial pedir a pimenta e utiliza-la a vontade, obviamente só para aqueles que já curtem esse tipo de molho, no presente caso alguns podem considera-la bem forte… então para esses pede-se moderação. Pode não parecer, mas é um prato leve, bem servido e com preço justo. Vale repeti-lo após experimentar todos os outros pratos do cardápio!

O Issingui é o prato do dia nas quartas-feiras, aliás o visitante pode fazer essa escolha. Ele leva molho de berinjela, com ótimo tempero, mocotó e batatas, que podem ser alteradas para banana da terra ou mandioca (o da foto por exemplo). Porção bem servida, quente e com boa aparência.

O Biyou’Z, possui preços justos, come-se muito bem com R$ 20,00 a R$ 30,00. Vale a visita!

COMIDA

Onde: Al. Barão de Limeira, 19A. São Paulo, SP.
Quanto: Mayemba e Issingui: R$ 13,00. Outros pratos entre R$ 13,00 e R$ 18,00. Refrigerante: R$ 4,00.
Quando: Segunda a sábado, 12:00 – 0h. Domingo, 14:00 – 0h
Opção Vegetariana: Não.
Sugestões: –
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: República.
Acessibilidade: Não.
Site: http://biyouzresto.com.br/
Telefone:  11.3221 6806
Data visita: Julho de 2014.
Observações: –

Mayemba: repolho, galinha e banana da terra.

Mayemba: repolho, galinha e banana da terra.

Issingui: berinjela, mocotó e mandioca

Issingui: berinjela, mocotó e mandioca.