14 02, 2018

Cerveja a granel

Por |fevereiro 14th, 2018|Cerveja, cerveja artesanal, Chopp|0 Comentários|

Isso mesmo, pegue um cartão, insira créditos, aproxime da torneira de cerveja, e consuma o quanto quiser. Fácil assim. As choperias/ cervejarias com esse sistema “self service” estão se multiplicando em São Paulo, essa não é a primeira, mas vamos começar por ela.

Ambiente simples, lugar ideal para provar cervejas e conversar, simples assim.

Além das cervejas para consumir no local, também engarrafa a bebida para viagem, 1 ou 1,9 litros. As garrafas (growlers) custam R$ 15,00 e R$ 20,00 respectivamente, mas podem ser utilizadas quantas vezes quiser. São 15 opções de cervejas, que mudam constantemente, por isso não espere encontrar as mesmas bebidas toda semana, agradeça sim por poder provar algo novo sempre!

A vantagem do sistema à granel é q possibilidade de provar cervejas diferentes, sugere-se começar pelas mais leves e ir aumentando álcool e amargor. Desse modo provamos, nessa ordem: (atenção, para entender as siglas, ver post anterior)

Weiss. (Saint Bier). Hefeweizen. 5,0% ABV. 14 IBU.
Enjoy the Summer (Cervejaria EverBrew). IPA. 5,9% ABV. 57 IBU.
Easy. (Cervejaria Croma). Pale Ale. 6,7% ABV. 35 IBU. Ótima cerveja!!!!!!
Crocodilo. (Cervejaria Ruradélica Ales). IPA. 8,0% ABV. 40 IBU.
Double Stout Espresso Oak Aged. (Cervejaria Providência). Imperial Stout. 9,5% ABV. 60 IBU. A melhor!!!!

Torneiras de auto serviço.

Onde: Rua Barão de Tatuí, 402, Vila Buarque. São Paulo, SP.
Quanto: média de 100 ml: R$ 2,00 até R$ 7,20 em média.
Quando: Quarta a Sexta.: 17h às 22h. Sábado.: 12h às 22h. Domingo: 12h às 18h
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: Experimente sempre das mais leves para as mais fortes. E aproveite para conversar com os simpáticos proprietários, Carol e Leo.
Como pagar: cartão ou dinheiro.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: metrô Santa Cecília. (700 m)
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone: (11) 2894-2149
Data visita: Fevereiro de 2018.
Facebook: https://www.facebook.com/cervejaagranel/
Observações: .
Mapa: CLIQUE

Cartão recarregável.

 

 

14 02, 2018

Baiana+Mineira

Por |fevereiro 14th, 2018|Café da manhã, Comida caseira, Restaurant, Restaurantes, São Paulo|0 Comentários|

Baiana+Mineira, é “baianeira”, uma fusão das comidas desses dois lugares. Embora o local seja conhecido por esse nome pelos que frequentam a região, nos guias é encontrado como “Quem Quer Pão 75”, número da sorte da proprietária, segundo as conversas de balcão. (Na próxima visita tentaremos confirmar isso).

O lugar é agradável, e para entender o que acontece ali só qualificando como “confort food“. Comida que se traduz por boas e confortáveis sensações, como a lembrança da comida caseira da casa da avó, ou seja, promove boas lembranças. Geralmente são comidas simples, mas que, no caso desse restaurante,  trazem um visual agradável, o que a torna especial.

Opte pelo menu completo, ou seja, escolha a entrada, o prato principal e a sobremesa.

Entrada: nhoque de batata doce com creme de requeijão de corte e lascas de amêndoas. É bom.

Prato: picadinho de carne de panela, ovo caipira, banana da terra, farofa, couve, arroz e feijão. Tudo bem montado, com ótima apresentação. Arroz e feijão veem separados. Bom tempero, preparo e qualidade tornam o prato uma experiência gratificante. É ótimo!

Bebida: refrigerante BePop, “natural”, com pouca adição de sal, açúcar e de baixa caloria.

Sobremesa: bolo de fubá com goiabada, a opção mais tradicional!

Enfim, vale pelo local e pela boa comida, e pela simpatia do atendimento. enfim, uma experiência completa:

Nhoque de batata doce.

Onde: R. Dona Elisa, 117 – Barra Funda. São Paulo, SP.
Quanto: Nhoque de batata doce R$ 18,00. Picadinho R$ 32,00. refrigerante BoPop R$ 13,00.
Quando: terça – sábado. 9:00 às 17:00 (sábado 16:00)
Opção Vegetariana: Sim.
Sugestões: -.
Como pagar: cartão ou dinheiro.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: metrô Barra Fundae. (800 m)
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone: (11) 2538-0844
Data visita: Janeiro de 2018.
Facebook: –
Observações: Serve café da manhã e possui uma cafeteria.
Mapa: CLIQUE

Picadinho de carne, ovo e banana.

Bolo de fubá e goiabada.

14 02, 2018

Cervejas

Por |fevereiro 14th, 2018|Cerveja, cerveja artesanal, Chopp, Uncategorized|0 Comentários|

Cerveja está na moda, são tantos os rótulos que fica impossível relatar todos eles. Assim decidimos falar sobre cerveja quando elas trazem algo novo, alguma experiência nova. E quase sempre relacionaremos elas aos pratos que acompanham. Degustar cerveja é um prazer, harmonizá-la com comida são dois!

Assim esse post visa falar rapidamente sobre alguns itens que serão comentados nos próximos posts. É algo amador, sem a pretensão de esgotar o assunto. Serve apenas para equalizar os comentários. Afinal esse blog é feito por pessoas que apenas curtem comer e beber bem, não somos profissionais, como a maioria dos nossos leitores, por isso não esperem análises profundas, há outros blogs para isso. Prost!!!

Começando pelas siglas, que iremos reproduzir para qualificar as cervejas:

EBC: European Brewing Convention (Convenção de Cervejeiros da Europa). É uma escala que define a cor das cervejas. (procure os gráficos na internet que fica mais claro).

SRM: Standard Reference Method. Também define a cor da cerveja e corresponde a 40% dos valores da EBC. (veja no google images)

IBU: Internacional Bitter Units. (Unidade de amargor). Define o amargor da cerveja, Poucas amargas tem entre 10 e 15 IBU, acima de 60 é considerada muito amarga e lupulada.

ABV: Alcohol by Volume. É a graduação alcoólica da cerveja, dada em %.

Por enquanto é isso.

Auf uns!

 

 

14 02, 2018

Nossa Carne

Por |fevereiro 14th, 2018|Burger, Hamburguer, Lanchonete, São Paulo|0 Comentários|

O estabelecimento tem esse nome mesmo, Nossa Carne. Fica na Vila Prudente, bairro da zona leste de São Paulo fundada em 1890. O local possui várias funções, é um açougue, uma hamburgueria e um restaurante. É curiosos, afinal, nenhum lugar melhor para se comer um hambúrguer do que em um açougue, ali a carne é a prioridade.

Não sei se é por isso, mas realmente o hambúrguer é bom, o suficiente para se fazer uma pequena viagem até a Vila Prudente, por sorte há um metrô relativamente próximo.

Há muitas opções de sanduiches, o recomendado foi o Pomodoro, com mozzarella, queijo cheddar, maionese verde, tomate, alface e cebola caramelizada. A carne no ponto certo, tempero correto. Pão francês crocante e muito molho. Vale o retorno para experimentar os outros.

O ambiente é tranquilo, a proximidade das vitrines de carnes, queijos e cerveja é interessante. Embora algumas pessoas possam não gostar dessa interferência, já que é constante os clientes do açougue transitando pelas mesas. Mas nada que prejudique a boa experiência. O atendimento é cortês, mas mereceria um melhor treinamento, mais uma vez nada que impeça a visita.

Vale lembrar que os preços são justos. vale o retorno e a recomendação pela qualidade da comida:

Açougue no salão. Ótimas opções.

Onde: Rua Pinheiro Guimarães, 50. Vila Prudente. São Paulo, SP.
Quanto: Sanduiches: R$ 16,oo (Basicão), R$ 22,00 (Pomodoro), R$ 45,00 (Monster).
Quando: segunda – domingo. 9:00 às 23:00 (domingo 22:00)
Opção Vegetariana: Não.
Sugestões: -.
Como pagar: cartão ou dinheiro.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: metrô Vila Prudente. (800 m)
Acessibilidade: Sim.
Site: http://www.nossacarne.com.br/
Telefone: (11) 2345-7180
Data visita: Dezembro de 2017.
Facebook: https://www.facebook.com/nossacarne/
Observações: .
Mapa: CLIQUE

Hambúrguer do Nossa carne

10 09, 2017

Post Rápido: Abiru

Por |setembro 10th, 2017|Interior SP|0 Comentários|

Post rápido. Sempre visitamos restaurantes, mas nem sempre temos tempo de postar. Geralmente separamos as fotos em pastas com o nome dos locais, no momento há 16 pastas. Portando escolhi algumas mais relevantes para postar. E as restantes deixamos para uma nova visita ou oportunidade. De forma bem resumida eis o primeiro. (vale falar que a escolha não foi pela qualidade, mas pela experiência que o restaurante dá ao usuário)

O primeiro é o Abiru, restaurante em Guararema, situada entre o Alto Tietê e o Vale do Paraíba, são 85 km de distância de São Paulo, cerca de 1H15MIN, ou seja, dá para ir e voltar no mesmo dia. São vários restaurantes nas ruas turísticas, mas escolhemos esse.

Lugar simples, aberto, sem ar condicionado. Apenas ombrellones para proteger do sol, o que nem sempre funciona. São poucos lugares por isso chegue cedo.

O atendimento é amador, tentando certa simpatia forçada, mas ok, com o tempo deve melhorar. O prato: um tal de “parmegiana do pajé”, filé de tilápia à parmegiana, banana frita (verde, ótima), arroz e batata frita (boa). Simples, mas sem algum diferencial, o que poderia ser interessante. Sem temperos e ingredientes diferentes não passa de um curioso prato “pajé pirou”. É uma tentativa de um trash food tropical. É bom.

Enfim, vale um retorno para experimentar outras opções, como o pirarucu selado no azeite e assado na folha de bananeira (com certeza uma melhor escolha).

E tem música ao vivo.

Vale o passeio, vale o ambiente:

O Parmegiana do Pajé

Onde: Rua Coronel Ramalho, 315. Guararema, SP.
Quanto: Parmegiana do Pajé: R$ 115,00.
Quando: quarta – domingo. A partir 11:30
Opção Vegetariana: Não.
Sugestões: -.
Como pagar: cartão ou dinheiro.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: só do trem turístico, que não sai da cidade!
Acessibilidade: Sim.
Site: –
Telefone:
Data visita: Setembro de 2017.
Facebook: https://www.facebook.com/abirubarerestaurante/
Observações: .
Mapa: CLIQUE

Parmegiana do Pajé

11 06, 2017

Liberdade…. Aska

Por |junho 11th, 2017|Oriental, Restaurantes, São Paulo, Típicas|0 Comentários|

Sou um desses chatos que não suportam fila, mas enfrentei uma para comer no tão falado Aska, restaurante de “lámen”. Mas voltamos em breve para esse inconveniente.

O Lámen (pronuncia-se “raamen” e significa “massa esticada”) é de origem chinesa, mas se deu muito bem nas terras nipônicas. Basicamente uma sopa de macarrão, com verduras, carnes, frutos do mar, cebolinha, moyashi e broto de bambu. O lámen sempre possui um caldo base, que no caso do Aska pode ser: shoyo (com shoyo, óóó), misso (com pasta de soja) e shio (temperado apenas com sal). É bom saber antes de ir, pois não há muita paciência nos garçons para explicar a cada cliente que chega em sua primeira aventura no mundo do lámen.

Enfim, a primeira experiência com o restaurante é: sim, você vai ter que esperar. “ah, mas posso ir mais cedo ou em horário não usual”, pode, mas vai pegar fila de espera do mesmo jeito. Enfim, esperamos aproximadamente 1:30h, mas a fama, e as constantes recomendações foram suficientes para enfrentar o tempo na noite do bairro da Liberdade em São Paulo.

Enfim, já no balcão, a opção foi o Missô Tonkotsu, o lámen com carne. Delicioso prato, bem servido e preço justo. Com carne de porco e um ovo cozido com uma camada preta que não tem boa aparência e o gosto continua sendo de ovo, mas deixa o prato mais interessante na composição.

Mas não esqueci do que mais surpreendeu, o guioza. Este pastel chinês recheado, que também conquistou o gosto japonês, é produzido no Aska com massa fina, recheado com carne de porco, grelhado e cozido. Um dos melhores já provados!

Uma curiosidade, tem uma lista de “regras” para frequentar a casa, do tipo: “você vai esperar na rua, não pode esperar sentado”; “você vai dividir a mesa com outra pessoa caso haja fila de espera”; “saia o mais breve possível quando terminar”, entre outros que aparentemente não são tão simpáticos, mas talvez válidos pelo comportamento de alguns frequentadores.

Uma informação importante: NÃO ACEITAM CARTÕES, APENAS DINHEIRO.

Vale a visita pela comida e preço justo.

Colaborou: Thielly Zamorano

Fila de espera na porta do Aska

O ótimo lámen do Aska.

E o fantástico guioza.

Onde: Rua Galvão Bueno, 466. Liberdade, 607. São Paulo, SP.
Quanto: Tonkotsu Misso R$ 18,00. Gyoza R$ 12,00. Cerveja Proibida R$ 7,00.
Quando: Ter – Dom: 11:00 – 14:00 e 18:00 – 21:00.
Opção Vegetariana: não.
Sugestões: acompanhe com uma cerveja.
Como pagar: dinheiro.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: Liberdade ou São Joaquim.
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone: 11. 3277-9682
Data visita: Junho de 2017.
Facebook: https://www.facebook.com/pages/Aska-Restaurante/186218581413879
Observações: relaxe e curta a espera.
Mapa: CLIQUE

A única cerveja disponível.

10 06, 2017

Temakão

Por |junho 10th, 2017|Oriental, Restaurant, São Paulo, Temaki|0 Comentários|

Esse é um desses restaurantes que geralmente integram listas em diversos sites de comida, nesse caso listas com as maiores (em relação ao tamanho, claro) jguarias culinárias de São Paulo. Especificamente do bairro da Liberdade, local onde se fixou a comunidade Japonesa, lá pelos idos dos anos de 1910.

Bom, este é o “Temaki Amigo”, do restaurante “Sushi Yoshi” ou Sushi Amigo, até agora não sei exatamente o nome do restaurante, mas ele é fácil de encontrar, fica na Avenida Liberdade, em frente da casa Portugal, do outro lado da rua, e está lá uns 30 anos aproximadamente.

Breve história: o temaki, segundo consta, nasceu no século 19, no Japão, claro, e assim como hoje era uma opção de comida rápida, e nessa versão do Yoshi, vale por uma refeição, pois ocupa o prato e é tão grande que a alga não pode ser fechada. O temaki vem com Wasabi, o que deixa muito melhor! É bom, e vale a ida por isso.

Mas há outros atrativos, como a boa conversa com o proprietário e sushimen, o Sr. Yoshi, ou o ambiente com características tradicionais de restaurantes japoneses, parece que o tempo parou lá, e isso é muito legal!! Aliás, se espera um restaurante moderno, limpo, com boa iluminação, espaços generosos, decoração nova, acabamentos construtivos em perfeitas condições, nem se aproxime do restaurante. Ele é rústico, sem muitos cuidados na aparência e na limpeza. mas, como dito, vale pelo Temaki e pela simpatia dos proprietários.

Vale a ida pela comida mesmo.

Ambiente rústico, mas agradável.

Temaki grande!

Onde: Av. Liberdade, 607. São Paulo, SP.
Quanto: Temaki “amigo”: R$ 20,00. Caipirinha: R$ 25,00 (máximo).
Quando: Das 18h às 01h. fecha nas terças-feiras.
Opção Vegetariana: não.
Sugestões: acompanhe com a caipirinha.
Como pagar: dinheiro ou cartão.
Estacionamento: Não.
Faz entrega: Não.
Perto do metrô: Liberdade ou São Joaquim.
Acessibilidade: Não.
Site: –
Telefone: 11. 3277-1616
Data visita: Junho de 2017.
Facebook: https://www.facebook.com/Holyburgersp/
Observações: -.
Mapa: CLIQUE

Outro Temaki

Caipirinha